Dicas para enriquecer rapidamente

34 Flares Twitter 2 Facebook 30 Google+ 2 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 34 Flares ×

Enriquecer rapidamente e sem riscos. Como fazer para conseguir isso? Recentemente, tenho recebido muitos e-mails de leitores que desejam aprender esse segredo. Alguns têm me mandado a notícia de que certas instituições financeiras que estão oferecendo CDBs que pagam 14, 15% ao ano. Outros, querem simplesmente saber como ficar rico num piscar de olhos. Isso é possível?

Enriquecer é difícil: não existe almoço grátis

Os economistas gostam de dizer que não existe almoço grátis. A frase tem origem na prática, comum no velho oeste americano, que os saloons, para tornarem seus clientes fiéis, adotavam. Eles ofereciam almoço de graça para os clientes que bebessem pelo menos um drinque. O cliente ganhava o almoço, mas o saloon vendia bebida. E, como os clientes que se fidelizaram provavelmente bebiam além da conta (como qualquer um que já tenha visto um filme de faroeste já deve ter percebido), o proprietário do estabelecimento ganhava mais dinheiro. Ou seja, o almoço não saía de graça: o dinheiro que o cliente economizava era gasto em bebidas – e como a promoção era bacana, muito mais clientes compareciam ao estabelecimento.

A prática acabou incorporada ao vocabulário do economês, para representar a tese de que, pra ganhar um benefício, alguém tem que pagar o preço. Ninguém ganha nada sem contribuir com nada. Você ganha seu salário, mas trabalha por ele. Seu filhão ganhou o videogame, mas a não ser que você o mime demais, ele deve ter sido um bom aluno para merecê-lo. E, se ele não estudou direito e ganhou o presente desejado, vai pagar o preço da mediocridade no futuro, com péssimos empregos – e cabe a você decidir qual o preço que ele vai pagar. Quem ganhou na Megasena teve que pagar o preço do bilhete, juntamente com milhões de apostadores que pagaram e não levaram almoço nenhum pra casa. Às vezes as pessoas pagam o preço e nem o almoço recebem. Mas almoço de graça nào existe: nem o dinheiro da corrupção de nossos políticos vem de graça; nós pagamos o almoço deles, regado a um bom vinho francês, todos os dias.

Uma maneira de pagar o almoço nos investimentos é correndo risco. Você investe no mercado de ações e, por ter pago o preço de correr o risco da volatilidade (embora a volatilidade, por si só, não devesse ser considerada um risco), pode ser premiado com um belo almoço. Mas quem resolver investir somente na poupança não vai ganhar 20% ao ano, porque não pagou pelo seu almoço.

Enriquecer é difícil. Se você me responder dizendo que não é, porque o Neymar ganha muito dinheiro jogando futebol, eu só teria a responder o seguinte: quantos jogadores de futebol você conhece com a habilidade dele? E quantos jogadores de futebol pelo Brasil afora ganham o que ele ganha? Ou seja, ele ganha muito bem porque tem uma habilidade que é raríssima entre os jogadores de futebol. Também não adianta lembrar do caso do nerd que ficou p. da vida por causa do fora que levou da namorada e enriqueceu criando o Facebook. Ele também pagou o preço do seu almoço para enriquecer; estudou programação, teve uma ideia genial e levou o fora da namorada.

Enriquecer é difícil. O que você pode fazer é tentar descobrir a sua vantagem competitiva para enriquecer mais rapidamente. Mas lembre-se sempre de que o preço terá que ser pago, seja ele qual for.

Propaganda de instituição financeira prometendo retornos fabulosos? O sonho de enriquecer pode ficar mais longe…

“Pô, Fábio!! Então o segredo de enriquecer é correr risco!!!!!”

Não. Muitas atividades arriscadas não dão dinheiro. A maioria dos traficantes acaba preso ou morre cedo – e as mulas que engolem papelote de droga pra viajar de avião não costuma ganhar quase nada em troca do risco que correm. A maioria dos empreendedores acaba com o negócio naufragando pelo meio do caminho. E a maioria das pessoas que faz investimentos financeiros arriscados demais acaba sem seu dinheiro.

Não sei se vocês lembram do Madoff brasileiro, o empresário brasileiro que administrava um fundo de investimentos de R$ 50 milhões, e desapareceu levando os recursos dos investidores que confiaram seus recursos a ele. Como ele convenceu as pessoas a “investirem” com ele? Oferecendo retornos fabulosos. Ele prometia a elas que, facim facim, elas ganhariam 5% de retorno AO MÊS, sendo GARANTIDO pelo menos 11% a cada 6 meses. Que beleza!! Nesse ritmo, de 22% ao ano, quem investisse R$ 100.000 teria, em dez anos, R$ 730.462,00. Quem investiu sonhando com esse rendimento acabou sem um tostão furado.

enriquecerAgora, tenho recebido várias vezes e-mails de financeiras oferecendo CDBs que pagam 13% ou 14% ao ano se o cliente ficar um determinado período com o dinheiro investido. O dinheiro investido é garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito até o limite de R$ 70.000,00. Mas eu ficaria com as barbas de molho: se as instituições financeiras estão captando recursos a essas taxas, é porque provavelmente estão esperando algum problema no futuro próximo. No excelente blog Valores Reais, recentemente o tema foi abordado – e, lá, aventou-se a possibilidade de essas financeiras estarem prevendo aumento na inadimplência. Eu não me surpreenderia, com a quantidade de pessoas que está tomando empréstimo consignado em folha, sem ter a mínima condição de pagamento. Conheço caso de gente com uma renda pífia que conseguiu comprometer mais de 60% de seu salário com esses empréstimos. Eu também não me fiaria no Fundo Garantidor de Crédito. Uma crise no setor financeiro levaria à impossibilidade de os compromissos serem honrados, mesmo com o pagamento do FGC.

Mas, se você decidir enveredar por esse caminho, eu investigaria a idoneidade da instituição. Tenho recebido e-mail de MUITAS instituições, e nunca ouvi falar da maioria delas. Eu não duvidaria de algumas terem procedência questionável, sendo irregularmente constituída. Nesse caso, todo o dinheiro investido poderia ser perdido, já que o FGC não garantiria os depósitos de uma empresa constituída sem a observância dos requisitos legais.

Como fazer para enriquecer rapidamente?

Eu não sei a resposta para essa pergunta. E qualquer um que tenha estará te enganando. Mas sei que a maneira mais certa de enriquecer é devagar. Se você tem alguma ideia brilhante, corra atrás dela e, quem sabe, conseguirá seu objetivo em 1, 2 anos. Mas a menor parte das pessoas consegue enriquecer assim; a maioria dos milionários chegou lá economizando e investindo, aumentando seu patrimônio paulatinamente a cada ano.

Tentar enriquecer rápido demais pode levar o investidor à ruína. Pode levá-lo a correr riscos desnecessários, a arriscar mais do que pode, o que evidentemente o levaria cada vez para mais longe de seus objetivos.

Portanto… tenha um bom almoço (ou jantar), mas não se esqueça de pagar a conta! Só tome cuidado para que ela não venha cara demais, ou enriquecer será apenas um sonho!

* Como eu não tenho controle sobre o conteúdo dos banners do site, é possível que algum deles tenha veiculado propaganda de alguma das instituições a que me referi. Quem determina o conteúdo é o Google Adsense e, portanto, não significa que eu aprove as propagandas veiculadas.

** Também não estou recomendando que não se invista nas financeiras que oferecem CDBs com taxas atrativas. Apenas recomendo que o leitor averigue a idoneidade da instituição antes de decidir investir. Para enriquecer, é preciso controlar os riscos!

Fábio Portela é investidor desde 2006 e disponibiliza neste site seus conhecimentos adquiridos ao longo do tempo, seja com sua experiência, seja por meio das leituras que fez ao longo dos anos. O autor é mestre em Direito Constitucional e em Filosofia pela UnB, e atualmente cursa doutorado em Direito Constitucional na mesma instituição.

  • http://investidordefensivo.blogspot.com/ Investidor Defensivo

    Infelizmente é isso mesmo que vc citou.
    E sem mega aportes mensais é muito complicado enriquecer em pouco tempo.

  • investir40

    Bom dia Pequeno Investidor.

    Parabéns pelo post.

    Tem outros caminho que vc esqueceu de mencionar.

    Ser ministro dos transportes em Brasília,
    Ser filho do Ministro em Brasília,
    Trabalhar com o Palocci na empresa de consultoria dele.

    Não vou me alongar pois vc já entendeu onde quero chegar.

    Sei que vc está se referindo a ganho honestos, mas não pude deixar de aproveitar a deixa.

    abraço e sucesso.

    I40

  • http://inflacao.org/ Giovanni

    Olha, mesmo que esses CDBs de 13% fossem seguros, não seriam bom negócio. A inflação oficial é de quase 7%, mas os indicadores do governo são falhos e a inflação verdadeira deve estar acima bem acima disso. Com um CDB de 13% você tem um rendimento REAL muito baixo, não dá pra enriquecer.

  • Pedro Nora

    Inadimplência do consumidor tem maior alta em 9 anos, diz Serasa

    Alta foi de 22,3% no 1º semestre deste ano ante mesmo período de 2010.
    Crescimento é justificado pelos efeitos da política para controle da inflação.

    http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2011/07/inadimplencia-do-consumidor-tem-maior-alta-em-9-anos-diz-serasa.html

    • Alcimar

      Li em uma reportagem a pouco tempo(não sei exatamente aonde) que dizia que os brasileiros tem hoje 40% de seus salários retirados para pagar divida. ou seja se você ganha 1000reais/mês 400reais são para pagar dividas.

  • Rosana

    O FGC garante até R$ 70.000,00 e não R$ 60.000,00

    • Fábio Portela

      É verdade, já vou corrigir no texto, Rosana! Obrigado!

  • Pingback: Dicas para enriquecer rapidamente : Link Mundial

  • luiz

    Existem alguns poucos com QI>150 que poderiam enriquecer rapida e facilmente se quisessem, mas olha que engraçado os pouquissimos genios que eu conheço, nenhum deles dá bola pra enriquecer, simplesmente não se preocupam. É quenem o cara bonitão que não se esforça pra conquistar mulheres. Lembro do Einstein, convidado pra presidente de Israel, ou pra trabalhar em uma infinidade de emrpesas com salarios astronomicos, preferiu viver como prof. universitário numa casinha no campus.

    • Alcimar

      Inteligência não significa mais muita coisa nesse mundo, o que conta mais são os contatos junto a conhecimento, e esperteza.

      • Lopes

        Sou forçado a discordar de você! Se você acha que inteligência não vale nada, certamente você não a tem.

  • Renato C

    Já li sobre esta defesa de que a inflação prática é maior de que a inflação oficial medida pelo governo…

    contudo o IPCA é medido pelo IBGE, uma instituição idônea e que, em tese, vai de fato à campo para medir a inflação.

    Como é isto? Falar que a inflação na prática é maior que a reconhecida pelo governo é fácil, mas com que base se fala isto? Alguém tem algum estudo?

    Abraços, Renato C

    • Alcimar

      Eu sinto no meu bolso, pelas minhas planilhas de gastos dos últimos 5 anos, o aumento dos produtos que consumo, estão de acordo com o IPCA, porque meu salário é ajustado por esse indice todo ano, e vejo que alimentos, combustiveis… consomem quase a mesma porcentagem de meu salário que a 5 anos atrás. Se fosse um indice irreal eu poderia perceber uma perda no meu poder de compra.

      • fiatjaf

        Loucura sua, o salário mínimo é reajustado quase 10% todo ano, o IPCA é 5%. Você dizer isso só prova que o IPCA não mede a inflação real.

    • http://inflacao.org/ Giovanni

      Renato C, o método de cálculo do IPCA não é simples e intuitivo, ele é baseado em monte de equações que confundem tudo. Os pesos dos produtos considerados mudam de forma a reduzir o impacto das variações de preço. Não sei se é proposital ou não, mas que acontece acontece.

      Veja aqui: http://inflacao.org/post/o-ipca-e-a-subestimacao-dos-movimentos-dos-precos

  • http://heavymetalinvestimentos.blogspot.com/ HEAVY METAL

    Fábio,

    Tenha medo, mas muito medo de quem te promete enriquecer rapidamente. Na minha cidade, um certa socialite deu um tombo em conhecidos meus, de mais de 3 milhões de reais prometendo retornos de mais de 40% ao ano com imóveis – que seu esposo (uma “fera” no assunto, segundo a picareta) iria selecionar e comprar pois conhecia locais subavaliados e que logo estariam bem caros… e a flautista de Hamelin levou o dinheiro dos afobados…

  • http://heavymetalinvestimentos.blogspot.com/ HEAVY METAL

    I40,

    Boa resposta!!!!! KKKKKKKKKK…. Viva Budallocci!

  • Sidney

    Giovanni, acho que o que vc falou de inflação real ser maior que a oficial nAo procede muito! Isso foi verdade ate pouco tempo na Argentina, onde o governo mascarava descaradamente os níveis de inflação. Ate onde sei isso nAo procede no Brasil isso certamente nAo passaria desapercebido pela imprensa.

  • Thiagão Alvinegro

    Nossa que ingênuos, é óbvio que a inflação é mascarada. A real inflação é a do IGPM.

    Lembrando que cada pessoa tem seu próprio índice de inflação, se tem coisas que não compras na cesta calculada no IPCA ou tem outras coisas com diferentes pesos (se não paga aluguel ou compra carne e cerveja por exemplo ou compra menos do que é considerado) então sua inflação é menor.

    Sem falar que no longo prazo os produtos eletrônicos tem tendência de queda ao contrário de alimentos.

    Pessoal exagera nos cálculos inflação para projeção de riqueza no futuro.

    • Renato C

      Olá Thiagão Alvinegro,

      Se você analisar num prazo de 5 ou 10 anos, você observará que o IGPM e o IPCA possuem praticamente o mesmo valor no período.

      Isto é, se num ano o IGPM descola do IPCA, no outro o IPCA também descola do IGPM e ambos permanecem praticamente os mesmos valores (num prazo de 5, 10 anos).

      Assim, não haveria isto de “real inflação” ser o IGPM, ele e o IPCA acabam convergindo para um mesmo valor aproximado.

      Eu não estudei aprofundamente sobre o assunto, mas pelo que vi rapidamente, é por aí.

      Renato C

  • http://www.valoresreais.com Guilherme

    Excelente artigo, Fábio!

    Educação financeira na veia para melhorar a vida das pessoas!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  • Leonardo

    Gostei do artigo, mas acho que ele exagera quando comenta os riscos do CDB. Uma taxa de 14% ao ano em um CDB de banco de segunda linha é normal, tendo em vista que um título do Tesouro Nacional de prazo semelhante (2 a 3 anos) pagaria hoje 12,86%. Quem investiria em CDB de segunda linha se ele não pagasse um prêmio em relação aos títulos públicos?
    Também parece exagerada a hipótese de não adquirir um CDB porque o banco e o FGC poderiam quebrar ao mesmo tempo. Guardadas as devidas proporções (e minimizando a evidente correlação positiva entre a quebra do banco e do FGC), é como não adquirir um carro porque eu poderia batê-lo e, ao mesmo tempo, a seguradora poderia ter falido. Qual a probabilidade disto acontecer? Talvez no caso de um terromoto, quem sabe…
    Enfim, seguindo a metáfora do texto acima, o investidor tem que “pagar pelo almoço” e, neste caso, trata-se de pesquisar a qualidade do crédito da instituição financeira antes de adquirir um título de crédito dela. Para isto, um bom começo seria ler os relatórios das agências de rating e o último balanço. Também convém checar no site do FGC (http://www.fgc.org.br/?conteudo=1&ci_menu=18) se a instituição é associada (todo banco ou financeira legalmente constituído deveria ser).
    E, por último, vale a regra de diversificar sempre, adquirindo produtos diferentes, com riscos diferentes e objetivos diferentes.

  • http://www.caminhandojunto.com.br Adriano Carvalho

    Muito sensato seu artigo.
    Cheguei ao blog por acaso e já gostei.
    Sucesso!!!

    • Fábio Portela

      Obrigado, Adriano! Espero que se torne um leitor assíduo e participativo!!

  • tereza

    Para não ficar mais pobre do que já somos devemos exigir das prefeituras, estado, e união mais informação sobre as armadilhas que eles fazem para os cidadãos, pobres e ignorantes. Sabe o que eu fiz para ganhar um dinheiro extra; comprei um ônibus da cometa 1987 puro aluminio desmanchei e vendi, maravilha! O Estado ficou quietinho foi fazendo uma poupança futura com meu dinheiro nao com juro de 1% mais, muito mais ,quando menos espero os espertinhos que são pagos para para ferrar a vida do pobre sonhador trabalhador e ignorante então eles resolvem que tem muita papelada velha la nos arquivos e que isso não pode ficar assim e vão em busca do miseráveis para cobrar IPVA NÃO DADO BAIXA MILHARES NÃO FAZEM ISSO MAS ELES SÓ AVISAM DEPOIS DE UNS 7 ANOS QUANDO A CONTA JÁ ESTÁ BEM ALTA ENTÃO VEM O AVISO OU PAGA OU ATÉ O QUE VOCE NÃO TEM VAI SER PENHORADO. SE O POVO FOSSE MAIS INTRUÍDO SE JUNTAVA AOS MILHARES IGUAL AS TORCIDAS DE FUTEBOL MAS NÃO PARA APANHAR E FAZER ARRUAÇA MAS PARA REIVINDICAR SEUS DIREITO PRINCIPALMENTE O DIREITO A INFORMÇÃO.
    FUGI DO ASSUNTO NÃO ! APRENDI BASTANTE LENDO SEUS ARTIGOS
    VAMOS COMEÇAR A ENSINAR LEIS DESDE O PRÉ, SÓ ASSIM CHEGAREMOS A IDADE ADULTA NÃO SENDO MANIPULADO, ROUBADO E ENGANADO.

  • aluizio

    muito bom, seria melhor se não fosse esse anuncio do lado esquerdo da tela atrapalhando!

  • http://stancatitrader.blogspot.com.br/ Pedro Stancati

    Excelente artigo! São muito sedutoras as propostas de altos retornos em curto espaço de tempo. Com mais informação e educação financeira as pessoas vão entender que o RISCO, na maioria dos casos, é muito alto e vão poder se proteger dessas “tentadoras” oportunidades! Abraços e mais uma vez parabéns pelo blog!

  • moura junior

    bom falamos de tudo menos o que da lucro fala ai quais ações são as melhores fundos e a telexfree

  • Carlos

    Desisti de ler a meteria nesse site por causa da porra da propaganda q num sai e ainda fica na frente do texto, não conseguir ler, site a melhorar muito, está muito a desejar

  • Edmundo

    Parabéns pelo tópico muito bem escrito e bastante esclarecedor, acredito que a maneira mais fácil de enriquecer de forma rápida e segura seja através de ideias inovadoras e investimento em mercados ainda não explorados mas que tenham potencial no futuro,o que infelizmente apenas uma minoria consegue!
    Abraço e continuem com o trabalho!!

  • Zé das Cove

    Existe um meio de se enriquecer mais rápido, e é trabalhando mais, sendo um empreendedor, perdendo seu lazer, se está disposto a fazer isso, só tome cuidado para não gastar o dinheiro depois com remédios.
    Abraço

    Zé das Cove
    http://buscapelaif.blogspot.com.br/

  • leo084

    A verdade é que ser rico não é para todos e também não é receita de bolo. Uns chamam “ser rico” de “sucesso”, outros chamam de “maiores dores de cabeça”. Toda sociedade precisa do pobre, senão quem é que vai se submeter aos serviços do dono do “esterco do diabo” (dinheiro)? Ricos, cada vez mais ricos; pobres lêem colunas sobre “como enriquecer rapidamente”…